Você precisa castrar seu bichano, mas tem dúvidas sobre castração de gato? Não tem certeza se está na hora certa? Não sabe como proceder? Está na dúvida se existem contraindicações?

Neste artigo nós iremos te ensinar tudo o que você precisa saber sobre a castração de gato para que você fique tranquilo sobre a segurança do seu gatinho.

O que é a castração?

A castração é um procedimento cirúrgico realizado por médicos veterinários capacitados que tem por fim a esterilização de um animal. Em outras palavras, é um método definitivo para evitar que um animal se reproduza de forma indesejada.

Nas fêmeas, a castração é mais especificamente chamada de ovariosalpingohisterectomia (OSH). Neste procedimento, retira-se completamente os ovários e o útero através de uma incisão na linha média do abdômen.

Em machos, a chamada orquiectomia é uma cirurgia muito mais simples que consiste na remoção de ambos os testículos por meio de uma pequena incisão no saco escrotal. Dependendo da situação, não necessita nem de sutura (os famosos “pontos”), pois a pele do escroto cicatriza facilmente.

Em ambos os casos a cirurgia deve ser realizada com o animal sob anestesia geral, de maneira que ele não se mova nem sinta dor.

castrar gatos
Fique tranquilo: a castração é um procedimento seguro

Dados gerais sobre gatos e sobre a castração de gatos

Um dos momentos de maior insegurança na vida do dono é quando chega o período da castração. Embora seja difícil saber exatamente qual é a hora certa de fazer a castração, fazê-la envolve muito mais do que apenas evitar que seu gatinho fuja ou que chegue no período do cio.

Saber a hora certa de realizar a castração do seu gato tem a ver com a segurança e o bem-estar do seu animal. Você precisa saber se um gato pode ser castrado quando é filhote, se gatas lactantes podem ser castradas, se existem efeitos colaterais na castração e etc.

Mas não entre em pânico! Antes de mais nada é preciso saber que sim — seu gato precisa ser castrado!

Mas por que castrar?

Não é novidade para ninguém a enorme quantidade de animais de rua que perambulam pelas ruas das nossas cidades aqui no Brasil.

A OMS estimou que existem em torno de 30 milhões de animais abandonados, dentre eles 10 milhões de gatos! Segundo a ASPAC (American Society for the Prevention of Cruelty to Animals®), só nos Estados Unidos cerca de 6,5 milhões de animais entram em abrigos todos os anos, dos quais 1,5 milhões são sacrificados, dentre eles 860.000 são gatos.

E o que isso tem a ver com a castração? Tudo! Se você deixar seu gatinho se reproduzir, ele trará mais gatos ao mundo, os quais também irão se reproduzir e aumentar ainda mais a população felina. E o fato é: não há lares para todos. Na verdade, a maioria de seus descendentes acabará na rua, vivendo em péssimas condições, ou em abrigos, dentro dos quais provavelmente serão eutanasiados. Não queremos isso, certo?

A única maneira efetiva de diminuir a superpopulação de gatos de rua é a castração. Por mais que filhotes sejam fofos, precisamos entender que: quanto menos felinos nascerem, melhor!

Castrar gato
Gatos de rua não surgem do nada

Portanto, se você acabou de ganhar um gatinho, precisa começar a pensar sobre castração. Mas se você já considera essa possiblidade, ou já tomou essa decisão, a pergunta mais óbvia agora não é “por que castrar o meu gato?”, mas sim “quando castrar o meu gato?”.

Qual é a hora certa para castrar o meu gato?

Há uma Idade Ideal para Castrar o Gato?

Castração de Gatos
Há uma idade ideal para castrar o gato?

Na verdade não há um consenso entre os veterinários sobre qual é a hora certa para castrar um gato.

Alguns veterinários mais tradicionais afirmam que a castração deve ser realizada somente após o início da maturidade sexual, que em fêmeas se dá usualmente a partir dos 5 meses de idade, e nos machos, a partir dos 7 meses.

No entanto, a literatura científica mais recente aponta que a castração precoce/pediátrica (realizada a partir das 8 semanas de idade) pode ser muito benéfica para os gatinhos e não apresenta riscos maiores do que uma castração convencional. Segundo a revista American Veterinarian, a cirurgia pediátrica permite uma melhor visualização dos órgãos e um menor tempo de anestesia, resultando em um menor tempo de recuperação pós-operatória.

Já a Veterinary Task Force on Feline Sterilization recomenda que a castração do gato seja feita aos 5 meses de idade, citando os seguintes benefícios:

  • Menor risco de desenvolvimento de carcinoma (tumor) mamário
  • Eliminação de doenças relacionadas ao aparelho reprodutor, tais como piometra (infecção uterina) e distocia (parto dificultoso)
  • Prevenção de gestações indesejadas, as quais podem ocorrer a partir dos 4 meses de idade
  • Diminuição de problemas comportamentais ligados a hormônios sexuais
Castração de gato
“Será que já posso ser castrado?”

Alguns veterinários levantam a questão de que uma cirurgia precoce não é isenta de problemas e pode levar a alguns problemas futuros, a exemplo de obesidade, crescimento excessivo e maior predisposição a obstruções urinárias.

Diante disso, sempre fica a critério de seu veterinário de confiança avaliar individualmente qual é a melhor idade para castrar o seu gatinho. O mais importante de tudo é se assegurar de que ele estará nas mãos de profissionais capacitados para a realização do procedimento.

Posso Castrar o Gato no Cio?

Segundo a Royal Canin, a puberdade (manifestada como o primeiro cio) em fêmeas felinas surge usualmente entre 8 a 10 meses de idade, dependendo de vários fatores, como peso e raça. Algumas fêmeas podem entrar no cio já com 4 meses – ainda filhotes!

Se você não sabe quais os sinais do cio em felinos, observe o seu comportamento. A puberdade felina manifesta o cio basicamente de três maneiras:

  • Fricção felina (o ato de se esfregar repetidas vezes)
  • Miados
  • Postura de monta quando o gato é tocado

Nessas condições é altamente recomendado que não se faça a castração do gato! O melhor a fazer é aguardar uma semana após o período fértil para castrar. Os motivos para isso não são apenas a agressividade, que é aumentada nesse período, mas também pelo alto volume de sangue em circulação, que facilmente pode levar o animal a sofrer uma hemorragia!

Em caso de dúvidas procure um veterinário para se esclarecer melhor sobre esse assunto.

Quanto Custa Castrar um Gato?

Castrar gato preço
Castrar é uma opção saudável

Isso depende muito do perfil e do cuidado que você busca durante a castração do seu gato. Os preços podem variar também bastante de local para local, fazendo com se torne ainda mais difícil descobrir quanto custa castrar um gato.

Geralmente grandes e médias cidades do Brasil têm um Centro de Controle de Zoonoses capaz de realizar esse procedimento gratuitamente — muitas vezes através de mutirões. Se você busca por uma castração gratuita, consulte o centro de Zoonoses da sua cidade!

Mas há também outras formas de se fazer o procedimento.

Você pode fazer a castração através de uma clínica veterinária. O preço para castrar um gato nessas clínicas varia de região para região. Por exemplo, a ONG GAAR (Grupo de Apoio ao Animal de Rua) fez a análise de que o preço da castração solidária para gatos registrado em Campinas variava entre R$ 100,00 a R$ 180,00. Mas em mutirões o preço da castração pode chegar a apenas R$ 80,00!

Em clínicas especializadas, é normal que o veterinário peça exames pré-operatórios, e também antibióticos pós-operatórios, o que invariavelmente aumenta o custo total da castração. Quando for consultar os preços, informe-se sobre esses detalhes, até mesmo nos mutirões.

Também pode haver por parte do médico a exigência de um Termo de Adoção ou encaminhamento por ONG, o que acaba sendo na realidade muito comum. Caso isso aconteça, procure uma ONG na sua cidade, mas não deixe de castrar seu animal!

Decidi castrar meu gato, e agora?

Em primeiro lugar: parabéns! Você tomou a decisão correta.

Agora precisa entender quais são os cuidados que terá de ter no pré e no pós-operatório. É importante se planejar para ambas as situações, pois o sucesso da cirurgia de castração também depende dos cuidados que você terá com o seu bichinho!

O pré-operatório compreende um período de até 24 horas antes da cirurgia. Algumas clínicas exigem que seu gato seja internado com um dia de antecedência, então você não precisa se preocupar com nada além de levá-lo até o local dentro de uma caixa de transporte segura.

Porém, caso a internação seja feita apenas algumas horas antes da realização do procedimento, é fundamental que você faça um jejum de 12 horas no seu gato. Por exemplo: se a cirurgia está marcada para as nove horas da manhã, às nove horas da noite do dia anterior você deve retirar toda a comida e água do acesso de seu bichano.

Esse jejum é importantíssimo para evitar que ele vomite enquanto estiver anestesiado – o que poderia fazer com que o conteúdo alimentar entrasse dentro de suas vias respiratórias, levando a uma pneumonia por aspiração.

Como cuidar do pós-operatório?

Certo, seu gato já foi castrado e tudo ocorreu bem. O que você deve esperar agora?

Algumas clínicas dão alta no mesmo dia da castração, enquanto outras esperam um dia para liberar o animal. Você deverá se informar sobre isso antes de levar o seu gatinho para a cirurgia.

Caso seu gato vá para casa no mesmo dia, é normal observar que ele ainda estará meio sonolento devido aos efeitos da anestesia, que passarão dentro de 24 horas. Nesse meio tempo, deixe ele descansando em um lugar escuro e silencioso, com água e ração à sua disposição.

Além disso, ele provavelmente voltará com um colar elizabetano – o famoso cone da vergonha! – ao redor de seu pescoço, e no caso das fêmeas, uma roupinha cirúrgica. Ambos são necessários para que seu gato não lamba a ferida, correndo o risco de romper os pontos. O gato se sentirá incomodado, mas é importante que você não os retire até o momento certo.

O veterinário receitará medicamentos analgésicos para que você administre ao seu gato por alguns dias, e também lhe orientará sobre a limpeza da ferida cirúrgica. Siga à risca suas recomendações!

Repouso é importante

Benefícios de Castrar um Gato

Os benefícios de castrar um gato são vários e a maioria deles podem ser observados com o passar do tempo, mas listamos alguns para você ter em mente:

  • Melhora do comportamento em fêmeas
  • Atenuação da agressividade em machos
  • Eles ficam mais caseiros e dóceis
  • Aumento da longevidade
  • Diminuição da incidência de doenças do trato reprodutor
  • Diminuição da probabilidade de fugas
  • Diminuição da incidência de brigas e por consequência de ferimentos por combates territoriais, segundo a CVMA (Canadian Veterinary Medical Association)
  • Diminuição da probabilidade de câncer de cérvix (câncer de útero) em fêmeas
  • Diminuição do odor forte da urina e das fezes e a tendência a pulverização dela para marcação territorial
  • Ainda segundo a CVMA no caso dos machos eles tendem a ficar mais limpos e se tornar mais cuidadosos após a castração
  • A castração diminui a incidência de Leucemia Felina (FeLV) e AIDS Felina (FIV), passadas normalmente por brigas com outros gatos — essas doenças não podem ser transmitidas para pessoas, então não se preocupe com isso, apenas se transmite de gatos para gatos — então, se preocupe com isso!

Veja Também:

Agora você já sabe um pouco mais sobre o que é e como fazer a castração de gato, conhece também os benefícios da castração e já sabe como castrar o seu felino! Não demore a realizar a castração, e se você gostou do nosso artigo, deixe um comentário aqui embaixo e procure a gente nas redes sociais para ver mais do nosso conteúdo.

Se este artigo lhe ajudou, compartilhe ele com seus amigos gateiros e deixe-nos saber o que mais você gostaria de saber sobre castração de gatos e quais outros tópicos vocês têm dúvidas.

Um abraço felino!

Deixe uma resposta