22 C
Brasília
15 de dezembro de 2018
Gato Curioso
Image default
Animais

13 Curiosidades sobre gatos que você provavelmente não sabia

Os humanos vêm domesticando gatos há mais ou menos 10 mil anos, tempo suficiente para saber tudo sobre eles certo? Não. Nós do Gato Curioso vamos te provar que tem muitas coisas das quais você (provavelmente) não sabia sobre o animal mais domesticado no mundo!

1) Os gatos de três cores são quase todos fêmeas

Gatos com cabelos manchados de laranja, branco e preto, chamados calicute ou tartaruga (chamados assim, por possuir cores similares as cores da carapaça de uma tartaruga), são sempre fêmeas por causas genéticas. De fato, o cromossomo X é o portador da informação para a síntese das duas cores e, para que essa característica apareça no cabelo, ele deve estar presente em ambos os cromossomos (a combinação XX, que identifica o sexo feminino). Portanto, apenas uma anomalia cromossômica pode levar um gato macho a ter três ou mais cores no cabelo, o que é muito raro e, infelizmente, envolve esterilidade para o gato.

2) Os gatos amam uma espécie de grama, chamada por este motivo de “Erva-gateira

Quando os gatos veem esse tipo de grama, eles ficam como se tivessem enfeitiçados: eles cheiram o caule e as folhas, esfregam e rolam lá, lambem e mastigam, e talvez até mesmo ronronam! Tanto é assim que esta planta, a Nepeta cataria, é agora comumente conhecida como erva-gateira ou erva-dos-gatos. Mas por que os gatos gostam tanto delas? O mérito é da substância contida em suas folhas, a Nepetalactona, que tem um efeito quase alucinógeno sobre eles que começam a mostrar sinais de excitação e grande prazer. Mas você pode ficar tranquilo, essa “droga” não é viciante, não causa overdose e o efeito desaparece após cerca de quinze minutos!

3) Os gatos não possuem a mesma quantidade de dedos

Enquanto os humanos têm o mesmo número de dedos nas mãos e nos pés, os gatos têm cinco garras nas patas dianteiras, mas apenas quatro nas patas traseiras. Até mesmo algumas raças de cães têm essa peculiaridade, enquanto outras têm cinco também nas posteriores (o famoso “esporão”).

Mas você sabia que também existem gatos polidáctilos, isto é, com um número maior de dedos, do que o gato comum? O mais famoso destes gatos é o “Snow White” (em português Branca de Neve), o gato mais amado pelo escritor americano Ernest Hemingway. Branca de Neve, que foi doado ao artista pelo capitão de um navio, ele teve a distinção de ter seis garras em cada pata: esse traço genético tem sido passado de geração em geração, a todos os seus herdeiros, que ainda vivem na casa Ernest Hemingway Key West, na Flórida, agora um museu aberto ao público. Ainda existem cerca de 56 dos seus descendentes, quase metade deles são polidáctilos, como a sua … bisavó.

 

4) Os gatos não sentem o sabor doce


As papilas gustativas do gato não são capazes de reconhecer a sobremesa: não é uma questão de gosto, mas sim de genética. Então, da próxima vez que eles olharem para você com seus lindos olhos enquanto você come um sorvete, não se sinta culpado: compartilhá-lo com eles seria um gesto de amor menos apreciado do que você imagina!

5) Existe explicação para tanto sono felino


Você provavelmente já sentiu inveja daquele gato cochilando por horas e horas na sua frente. Eles estão, de fato, entre os exemplos mais sonolentos do reino animal: passam quase metade de sua vida dormindo, ou seja, o tempo de vida de um gato doméstico normalmente varia entre 12 a 15 anos, portanto quer dizer que os gatos passam de 6 a 8 anos dormindo. Não é a vida que todos nós gostaríamos de ter ? Mas isto tem uma explicação evolutiva: por serem predadores na natureza, eles precisam recarregar as baterias depois de suas caçadas, o que envolve um grande gasto de energia por conta dos gatos. O mesmo se aplica aos nossos gatos domésticos, ferozes caçadores de ratos falsos, bolas de papel e outros brinquedos fofos. Portanto, não se engane: quanto mais um gato é animado, maior a necessidade de dormir.

6) Precisam usar óculos para ler

Além de não ter uma percepção de cor clara como a humana (eles só podem perceber azul e verde), os gatos têm uma visão que tende a ficar embaçada em distancia menor que 15 centímetros. A natureza sacrificou a visão de perto e dos detalhes de uma visão “clara” das cores, em troca de uma boa visão noturna, de 6 à 8 vezes melhor do que a humana, permitindo-lhe distinguir as escalas de cinza e se mover suavemente durante o crepúsculo, o momento favorito para esses felinos para caçar. Além disso, como um bom predador, o gato tem uma audição excepcional, 1,5 vezes maior que a do cão e 4,5 vezes mais que o homem.

7) Nascem sempre com olhos azuis

Você já segurou gatinhos recém-nascidos em suas mãos? Se já, você provavelmente sabe que nos primeiros dias de vida eles estão quase cegos, pois seus olhos ainda não estão totalmente desenvolvidos. Somente depois de algumas semanas, eles estarão prontos para abrir os olhos e olhar o mundo, você notará que eles têm uma linda cor azul. Isso depende da maneira como a luz é refratada no olho, o que mudará com o desenvolvimento gradual do filhote, juntamente com o grau de melanina presente no olho. À medida que a sombra cresce, ela começa a mudar até atingir uma variedade de tons e tons diferentes (marrom, verde, amarelo, laranja ou cinza), dependendo da raça do gato. Apenas algumas variedades manterão sua cor azul por toda a vida.

8) Não sabem quem são

As reações dos animais de estimação diante de seu reflexo estão, de fato, entre os mais curiosos: alguns se assustam, outros brincam, outros ainda tentam atacar o próprio reflexo. Isto acontece, segundo alguns experimentos realizados com diferentes espécies de mamíferos, incluindo cães e gatos, porque eles não se reconhecem no espelho (ao contrário de golfinhos, macacos e elefantes). Após uma primeira fase de curiosidade ou desconfiança, eles se tranquilizam quando entendem que não há ameaça para eles.

9) Eles querem pratos quentinhos

A refeição de 38 graus é a favorita dos gatos. O motivo? É a mesma temperatura de uma presa morta.

10) Preferem as mulheres

Pesquisas da Universidade de Viena analisaram as interações entre 41 gatos e seus donos, e mostraram que a empatia entre felinos e mulheres (melhor se for jovem e extrovertida) é maior do que a demonstrada com os donos masculinos.

11) Possuem “Antenas Parabólicas”

Os gatos têm 32 músculos nas orelhas (apenas 6 nos homens): funcionam como verdadeiras antenas parabólicas capazes de se dirigir precisamente na direção do som que chamou sua atenção.

12) Eles têm impressões nasais

Como nossas impressões digitais, os gatos têm listras no nariz de gatos únicos e irrepetíveis: cada um tem seu próprio e é por isso que observar o nariz deles é uma boa maneira de reconhecê-los.

13) São poliglotas

Os gatos são capazes de emitir centenas de tipos de sons (os cães somente 10), e cada um tem seus próprios versos.

Deixe um comentário